29/11

Pesquisa realizada pela UDESC aprova adubo produzido pela Ferticel

Principal resultado, garante o coordenador da pesquisa, é a possibilidade de trabalhar de forma equilibrada, sem agredir o meio ambiente e com ganho de produção

O uso intensivo do solo, com preparo inadequado e a ausência de práticas de conservação, têm resultado num processo de diminuição da fertilidade e degradação das características físicas, químicas e biológicas, o que vem acelerando a erosão em alguns casos, com queda na produtividade agrícola.

Muitas formas de uso do solo em atividades agropecuárias podem levar à sua degradação, além de gerar gastos desnecessários, fazendo com que a lucratividade reduza sensivelmente.

Frente a esse cenário, desde 2007 a Ferticel tem parceria com a Universidade do Estado de Santa Catarina na implementação de uma pesquisa que busca investigar as questões relativas à qualidade de solo na agricultura, além de estudar o efeito da utilização de diversos tipos de fertilizantes, levando em conta questões como produção de massa vegetal (pastagem) e a qualidade do solo.

A pesquisa, que vem sendo realizada pelo Campus de Chapecó, é coordenada pelo Mestre, professor e engenheiro-agrônomo, Edir Oliveira da Fonseca, da UDESC. Segundo o professor, indicadores mostram que o fertilizante que traz outras matérias-primas em sua composição, além dos compostos minerais, tem resultados melhores.

“Os testes feitos, na verdade, permitem maior aeração do solo. A água tem mais facilidade para infiltrar no solo, ocorrendo uma maior absorção pela planta”, destaca o coordenador da pesquisa.

Particularmente em relação ao adubo produzido pela Ferticel, aponta o professor Edir, os resultados foram aprovados, tanto em termos de produção de massa vegetal como no que se refere à análise química feita no solo onde o adubo foi aplicado.

O estudo, que começou como projeto de extensão e contou com cerca de 100 participantes entre professores e alunos, é realizado num solo onde são aplicados vários tipos de adubos. Para a pesquisa, a adubação foi realizada para um solo destinado à produção de gado leiteiro. Após as adubações, no decorrer do ano, inúmeros testes e análises são feitos.

Por fim, o estudo também comprovou que até em períodos de estiagem os adubos da Ferticel reduzem os impactos da falta de chuva, uma vez que deixam o solo com uma capacidade de absorção de umidade maior.