04/01

Grãos: novo recorde de produção em 2019

O ano recém iniciou e produtores de grãos de todo Brasil estão otimistas. Novos recordes devem ser registrados na safra 2018/2019, com produção de 238,4 milhões de toneladas. A diferença representa um aumento de 10,6 milhões de toneladas em relação à safra passada ou 4,6% em termos percentuais. Até então, o recorde era da safra 2016/17,  que fechou em 237,6 milhões, após a atualização da safra de inverno e culturas de 2ª e 3ª safras.

O milho e a soja permanecem como principais culturas produzidas pelo país, além do arroz e do algodão. Os quatro produtos correspondem a 95% da produção. A Conab estima que a soja pode alcançar na safra 2018/2019 uma produção de 120 milhões de toneladas e o milho, entre a primeira e a segunda safra, poderá atingir 91 milhões de toneladas.

Para o cultivo de soja, os dados da Conab apontam uma contínua tendência de crescimento da área plantada para as oleaginosas, podendo atingir 1,8% em relação à safra passada. No Mato Grosso, considerado maior produtor de oleaginosas, as chuvas favoreceram o plantio e irão resultar na antecipação da colheita em âmbito estadual. Já Paraná e Rio Grande do Sul também apresentam crescimento no plantio de soja. O primeiro Estado chegando a plantar uma área de 5.464,8 mil hectares e o segundo Estado 5.777,5 mil hectares para a safra.

O plantio de milho, por outro lado, apresenta números moderados. Conforme os dados apontados pela Companhia, a produção se apresenta pontual para o atendimento de demandas internas, como por exemplo para a ração de animais.A área plantada de milho nessa safra atingiu 5,1 milhões de hectares, representando incremento de 0,8% em relação à temporada 2017/18. No Estado de Minas Gerais a área cultivada será de 773,7 mil hectares e para Santa Catarina será de 325,1 mil hectares de área.

Além disso, para a atual safra acredita-se em um aumento na produção de outros grãos, como o amendoim, o girassol e a mamona.

Foto Pixabay